segunda-feira, março 14, 2005

Caramelo Saudoso...

E se um dia os suspiros apaixonados forem tão constantes como as batidas do meu coração?
E se um dia não tiver defesas, nem barreiras, porque não preciso?
E se um dia o teu sorriso me derrete e me envolve no seu calor?
E se um dia me aconchego no teu doce colo, e é nirvana?

2 comentários:

qinzedias disse...

Nesse dia, o caramelo intenso retorna. Imortaliza-se, justificando-se para sempre.
Sem pressas nem atrasos, numa cascata ternurenta de cerejas hidratantes.
E por mais que a realidade física seja irrecusavelmente deliciosa, sei que voamos sempre.
Além dos cinco sentidos, prendados de gemidos, acontece este nosso nirvana perfeito. L.D.

Trafalgar disse...

Por favor, digam-me que cena é que andam a fumar que eu também quero apanhar uma broa dessas!